Família de Monte Alto faz mutirão para doação de sangue em Ribeirão Preto

"Junho Vermelho: compartilhe vida, doe sangue" é o slogan deste mês para atrair mais doadores.

Publicado em 22 de junho de 2015 às 18h01

 

Por: Beatriz Ravagnani

No sábado (27), sairá um ônibus de Monte Alto, com a finalidade de transportar doadores de sangue. O destino será o Banco de Sangue de Ribeirão Preto.

A necessidade de se fazer esta campanha, se deu após Claysson Flávio Corrêa, 34, morador de Ibitinga, mas com familiares em Monte Alto, sofrer grave acidente de carro na terça-feira dia 09 de junho. Como o mesmo perdeu muito sangue, houve necessidade de fazer transfusão, e como este mês é de pouco estoque nos bancos de todo o país, as famílias Ferreira e Carvalho decidiram então, unir forças e pessoas para doarem não só para o paciente em questão, mas para todos os que necessitam de transfusão de sangue.

Entenda o acidente

Por volta das 21 horas do dia 9 de junho, Flávio estava indo sentido Orlândia pela Rodovia Anhanguera, quando chocou-se atrás de uma carreta. Ele ficou preso nas ferragens, e a caminhonete em que estava deu perda total.

Ele foi transferido para um hospital especializado em Ribeirão Preto, onde foi feita a cirurgia de reconstrução da face, que ficou esfacelada (quando quebra em pequenos pedaços), colocou pino no fêmur, onde sofreu hemorragia interna, e aguarda para fazer a cirurgia da clavícula.

Seu estado é grave, porém estável. Dado essas circunstâncias, quem estiver interessado em doar, pode entrar em contato com a família através dos telefones: (16) 3242-3706 (falar com Mariane ou Rose) ou pelo telefone (16) 3242-5081 (falar com Beatriz ou Edvaldo).

Requisitos básicos para doação

  • Estar em boas condições de saúde.
  • Ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos (menores de 18 anos, clique para ver documentos necessários e formulário de autorização).
  • Pesar no mínimo 50kg.
  • Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas).
  • Estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação).
  • Apresentar documento original com foto emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Cartão de Identidade de Profissional Liberal, Carteira de Trabalho e Previdência Social).

Impedimentos temporários

  • Resfriado: aguardar 7 dias após desaparecimento dos sintomas.
  • Gravidez
  • 90 dias após parto normal e 180 dias após cesariana.
  • Amamentação (se o parto ocorreu há menos de 12 meses).
  • Ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação.
  • Tatuagem nos últimos 12 meses.
  • Situações nas quais há maior risco de adquirir doenças sexualmente transmissíveis: aguardar 12 meses.

Impedimentos definitivos

  • Hepatite após os 11 anos de idade.
  • Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue: Hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas.
  • Uso de drogas ilícitas injetáveis.
  • Malária.
  • Hepatite após o 11º aniversário: Recusa Definitiva; Hepatite B ou C após ou antes dos 10 anos: Recusa definitiva; Hepatite por Medicamento: apto após a cura e avaliado clinicamente; Hepatite viral (A): após os 11 anos de idade, se trouxer o exame do diagnóstico da doença, será avaliado pelo médico da triagem.

Respeitar os intervalos para doação

  • Homens – 60 dias (máximo de 04 doações nos últimos 12 meses).
  • Mulheres – 90 dias (máximo de 03 doações nos últimos 12 meses).

Honestidade também salva vidas. Ao doar sangue, seja sincero na entrevista. Dúvidas se você pode ser doador podem ser esclarecidas através do telefone do Banco de Sangue: (16) 3610-1515.

Leia mais sobre , , , , , ,

Veja também

Comentários