Governo do Estado de São Paulo registra queda de 13% no número de óbitos no trânsito em novembro comparado ao mesmo mês de 2015

Publicado em 20 de dezembro de 2016 às 11h16

O Movimento Paulista de Segurança no Trânsito – programa do Governo do Estado de São Paulo com o objetivo de reduzir os óbitos no trânsito – comemora os resultados positivos em relação a diminuição nas estatísticas de óbitos e acidentes ligados ao trânsito no acumulado do ano e na projeção mensal.

Os dados foram anunciados nesta segunda-feira, 19, por meio da ferramenta técnica INFOSIGA-SP (Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo), que contabiliza e divulga mensalmente, nesta data, os óbitos decorrentes de acidentes de trânsito nos 645 municípios paulistas.

Segundo o INFOSIGA-SP, houve diminuição de 13% no número de óbitos na comparação de novembro 2016 (429) com o mesmo mês de 2015 (493) em todo o Estado de São Paulo. Foi contabilizada ainda uma redução de 9,3% na taxa de mortes na comparação de outubro 2016 (473) e novembro 2016 (429). Na análise do acumulado dos 11 meses deste ano (5.215) em relação ao mesmo período de 2015 (5.572), a queda registrada foi de 6,4%, o que resultou em 357 vidas preservadas. Em se falando de acidentes com vítimas, a queda foi de 20,7%. Foram ocorrências 176.177 no acumulado de janeiro a novembro de 2016 contra 222.073 registradas no mesmo período em 2015, representando 45.896 acidentes a menos.

Dos 429 óbitos ocorridos em novembro 2016, 78% deles eram homens, sendo que a maior parte das vítimas estava na faixa etária de 18 a 24 anos (17%), seguido de 25 a 29 anos (14%). 34% dos acidentes que levaram à morte foram causados por colisão, seguido por atropelamento (31%) e choque (14%). 31% dos falecidos eram motociclistas, 29% eram pedestres e 21% estavam em automóvel.

Um dos destaques que vem contribuindo para essa redução de acidentes e óbitos no trânsito no Estado de São Paulo é o trabalho realizado nos 15 municípios conveniados*, onde foram criados comitês locais focados na discussão de melhorias em projetos de infraestrutura, campanhas educativas no trânsito e fiscalização, dentre outras ações. Considerando apenas essas cidades, houve uma redução expressiva de 13% no número de óbitos no acumulado dos 11 meses deste ano (469) em comparação ao ano passado (539), com 70 vidas salvas.

Além da ferramenta INFOSIGA-SP, o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito conta, desde o início de dezembro, com o sistema inédito de georreferenciamento INFOMAPA-SP. Desde então, é possível não só quantificar os óbitos dos 645 municípios paulistas por meio do INFOSIGA-SP, como também mapear os locais dos acidentes que levaram a essas mortes através do INFOMAPA-SP. Ambas ferramentas podem ser acessadas pelo site: www.infosiga.sp.gov.br e são atualizadas todo dia 19 de cada mês.

Para mais informações sobre as metodologias do INFOSIGA-SP e INFOMAPA-SP, acesse: http://www.infosiga.sp.gov.br/relatorios/Nota_T%c3%a9cnica_Infosiga_Infomapa_SP.pdf.

*Convênio com os Municípios

Em fevereiro de 2016, o Governador assinou convênios com 15 municípios – Amparo, Atibaia, Barretos, Catanduva, Fernandópolis, Itanhaém, Jacareí, Piedade, Praia Grande, Registro, Ribeirão Preto, São Carlos, São José do Rio Preto, São Roque e Sorocaba. No total, estão sendo investidos R$ 10,5 milhões de recursos do Detran-SP para investimentos em iniciativas voltadas para fiscalização, sinalização e educação para o trânsito.

Foram considerados municípios com números médios superiores a 15 óbitos por 100 mil e escolhidos por faixa populacional (até 100 mil habitantes, até 200 mil, até 400 mil e acima de 400 mil).

Nestes municípios, estão sendo realizadas visitas de diagnóstico e construídos planos de ação para antecipar situações e realizar melhorias com relação à infraestrutura, fiscalização e conscientização. Um dos exemplos é a formação de um Comitê de Segurança de Trânsito em cada município. O Comitê é composto por representantes dos órgãos e setores com atuações relacionadas ao tema (Polícias Militar e Civil; Setores de Engenharia de Tráfego, Educação e Fiscalização no Trânsito; Unidades de Saúde/Hospitais; SAMU; Corpo de Bombeiros; DETRAN; Concessionárias/DER) com o objetivo de realizar análises e levantamentos de possíveis causas e soluções para a redução de acidentes e óbitos nos municípios.

Para 2017, o Governador Geraldo Alckmin anunciou, no início deste mês, a ampliação dos convênios para mais 52 novos municípios, com um investimento de R$ 100 milhões, também fruto da parceria com o Detran-SP, de recursos provenientes das multas de responsabilidades do órgão.

Operação Verão e Campanha de Conscientização

O Movimento Paulista de Segurança no Trânsito também está no apoio os trabalhos da Polícia Militar, Civil e Rodoviária, além do Corpo de Bombeiros e concessionárias, durante a Operação Verão 2016/2017, que vai até o dia 05/02/2017.

O objetivo da Operação Verão é reforçar a segurança dos cidadãos em 16 municípios do litoral sul e norte de São Paulo (Guarujá, Santos, São Vicente, Praia Grande, Iguape, Cananeia, Peruíbe, Ilha Comprida, Itanhaém, Mongaguá, Cubatão, Bertioga, Ilhabela, São Sebastião, Ubatuba e Caraguatatuba).

Durante o período haverá também em todo estado a intensificação de ações e fiscalização quanto à ingestão de álcool, uso do cinto de segurança e dispositivo de retenção (incluindo banco traseiro), ultrapassagem em locais proibidos, limites de velocidade, às motocicletas, estado de conservação dos veículos e equipamentos obrigatórios.

Para dar boas-vindas à estação mais quente do ano, o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito inicia ainda a veiculação, nesta segunda (19), de 11 filmes de curta duração nas redes sociais do Movimento e site www.vidadepreferencia.com.br com a missão de conscientizar a sociedade sobre a necessidade de mudança de comportamento para a adoção de atitudes seguras no trânsito, dado que 94% dos acidentes fatais acontecem por falha humana (Fonte: INFOSIGA-SP).

Sobre o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito

O Movimento Paulista de Segurança no Trânsito é um programa do Governo do Estado de São Paulo que tem como principal objetivo reduzir pela metade os óbitos no trânsito no Estado até 2020. Inspirado na “Década de Ação pela Segurança no Trânsito” estabelecida pela Organização das Nações Unidas (ONU) para o período de 2011 a 2020, o comitê gestor do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito é coordenado pela Secretaria de Governo e composto por mais nove Secretarias de Estado: Casa Civil, Segurança Pública, Logística e Transportes, Saúde, Direitos da Pessoa com Deficiência, Educação, Transportes Metropolitanos, Planejamento e Gestão, Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação. Elas são responsáveis por construir um conjunto de políticas públicas para redução de vítimas de acidentes de trânsito no Estado.

O Movimento Paulista de Segurança no Trânsito acontece também com o envolvimento da sociedade civil, parceria estratégica do Centro de Liderança Pública – CLP e com o apoio das empresas: Abraciclo, Ambev, Arteris, Banco Itaú, Fenaseg, Grupo Ultra, Pró Simulador, Porto Seguro, Optas – Fadel e Raízen.

Recentemente, o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito foi vencedor da categoria Mídia Consciente (setor público) no Prêmio PARAR, realizado pelo Instituto PARAR. O Prêmio PARAR tem como objetivo reconhecer as melhores campanhas criadas pelo setor público e privado sobre educação no trânsito.

O Movimento Paulista de Segurança no Trânsito – programa do Governo do Estado de São Paulo com o objetivo de reduzir os óbitos no trânsito – comemora os resultados positivos em relação a diminuição nas estatísticas de óbitos e acidentes ligados ao trânsito no acumulado do ano e na projeção mensal.

Os dados foram anunciados nesta segunda-feira, 19, por meio da ferramenta técnica INFOSIGA-SP (Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo), que contabiliza e divulga mensalmente, nesta data, os óbitos decorrentes de acidentes de trânsito nos 645 municípios paulistas.

Segundo o INFOSIGA-SP, houve diminuição de 13% no número de óbitos na comparação de novembro 2016 (429) com o mesmo mês de 2015 (493) em todo o Estado de São Paulo. Foi contabilizada ainda uma redução de 9,3% na taxa de mortes na comparação de outubro 2016 (473) e novembro 2016 (429). Na análise do acumulado dos 11 meses deste ano (5.215) em relação ao mesmo período de 2015 (5.572), a queda registrada foi de 6,4%, o que resultou em 357 vidas preservadas. Em se falando de acidentes com vítimas, a queda foi de 20,7%. Foram ocorrências 176.177 no acumulado de janeiro a novembro de 2016 contra 222.073 registradas no mesmo período em 2015, representando 45.896 acidentes a menos.

Dos 429 óbitos ocorridos em novembro 2016, 78% deles eram homens, sendo que a maior parte das vítimas estava na faixa etária de 18 a 24 anos (17%), seguido de 25 a 29 anos (14%). 34% dos acidentes que levaram à morte foram causados por colisão, seguido por atropelamento (31%) e choque (14%). 31% dos falecidos eram motociclistas, 29% eram pedestres e 21% estavam em automóvel.

Um dos destaques que vem contribuindo para essa redução de acidentes e óbitos no trânsito no Estado de São Paulo é o trabalho realizado nos 15 municípios conveniados*, onde foram criados comitês locais focados na discussão de melhorias em projetos de infraestrutura, campanhas educativas no trânsito e fiscalização, dentre outras ações. Considerando apenas essas cidades, houve uma redução expressiva de 13% no número de óbitos no acumulado dos 11 meses deste ano (469) em comparação ao ano passado (539), com 70 vidas salvas.

Além da ferramenta INFOSIGA-SP, o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito conta, desde o início de dezembro, com o sistema inédito de georreferenciamento INFOMAPA-SP. Desde então, é possível não só quantificar os óbitos dos 645 municípios paulistas por meio do INFOSIGA-SP, como também mapear os locais dos acidentes que levaram a essas mortes através do INFOMAPA-SP. Ambas ferramentas podem ser acessadas pelo site: www.infosiga.sp.gov.br e são atualizadas todo dia 19 de cada mês.

Para mais informações sobre as metodologias do INFOSIGA-SP e INFOMAPA-SP, acesse: http://www.infosiga.sp.gov.br/relatorios/Nota_T%c3%a9cnica_Infosiga_Infomapa_SP.pdf.

*Convênio com os Municípios

Em fevereiro de 2016, o Governador assinou convênios com 15 municípios – Amparo, Atibaia, Barretos, Catanduva, Fernandópolis, Itanhaém, Jacareí, Piedade, Praia Grande, Registro, Ribeirão Preto, São Carlos, São José do Rio Preto, São Roque e Sorocaba. No total, estão sendo investidos R$ 10,5 milhões de recursos do Detran-SP para investimentos em iniciativas voltadas para fiscalização, sinalização e educação para o trânsito.

Foram considerados municípios com números médios superiores a 15 óbitos por 100 mil e escolhidos por faixa populacional (até 100 mil habitantes, até 200 mil, até 400 mil e acima de 400 mil).

Nestes municípios, estão sendo realizadas visitas de diagnóstico e construídos planos de ação para antecipar situações e realizar melhorias com relação à infraestrutura, fiscalização e conscientização. Um dos exemplos é a formação de um Comitê de Segurança de Trânsito em cada município. O Comitê é composto por representantes dos órgãos e setores com atuações relacionadas ao tema (Polícias Militar e Civil; Setores de Engenharia de Tráfego, Educação e Fiscalização no Trânsito; Unidades de Saúde/Hospitais; SAMU; Corpo de Bombeiros; DETRAN; Concessionárias/DER) com o objetivo de realizar análises e levantamentos de possíveis causas e soluções para a redução de acidentes e óbitos nos municípios.

Para 2017, o Governador Geraldo Alckmin anunciou, no início deste mês, a ampliação dos convênios para mais 52 novos municípios, com um investimento de R$ 100 milhões, também fruto da parceria com o Detran-SP, de recursos provenientes das multas de responsabilidades do órgão.

Operação Verão e Campanha de Conscientização

O Movimento Paulista de Segurança no Trânsito também está no apoio os trabalhos da Polícia Militar, Civil e Rodoviária, além do Corpo de Bombeiros e concessionárias, durante a Operação Verão 2016/2017, que vai até o dia 05/02/2017.

O objetivo da Operação Verão é reforçar a segurança dos cidadãos em 16 municípios do litoral sul e norte de São Paulo (Guarujá, Santos, São Vicente, Praia Grande, Iguape, Cananeia, Peruíbe, Ilha Comprida, Itanhaém, Mongaguá, Cubatão, Bertioga, Ilhabela, São Sebastião, Ubatuba e Caraguatatuba).

Durante o período haverá também em todo estado a intensificação de ações e fiscalização quanto à ingestão de álcool, uso do cinto de segurança e dispositivo de retenção (incluindo banco traseiro), ultrapassagem em locais proibidos, limites de velocidade, às motocicletas, estado de conservação dos veículos e equipamentos obrigatórios.

Para dar boas-vindas à estação mais quente do ano, o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito inicia ainda a veiculação, nesta segunda (19), de 11 filmes de curta duração nas redes sociais do Movimento e site www.vidadepreferencia.com.br com a missão de conscientizar a sociedade sobre a necessidade de mudança de comportamento para a adoção de atitudes seguras no trânsito, dado que 94% dos acidentes fatais acontecem por falha humana (Fonte: INFOSIGA-SP).

Sobre o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito

O Movimento Paulista de Segurança no Trânsito é um programa do Governo do Estado de São Paulo que tem como principal objetivo reduzir pela metade os óbitos no trânsito no Estado até 2020. Inspirado na “Década de Ação pela Segurança no Trânsito” estabelecida pela Organização das Nações Unidas (ONU) para o período de 2011 a 2020, o comitê gestor do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito é coordenado pela Secretaria de Governo e composto por mais nove Secretarias de Estado: Casa Civil, Segurança Pública, Logística e Transportes, Saúde, Direitos da Pessoa com Deficiência, Educação, Transportes Metropolitanos, Planejamento e Gestão, Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação. Elas são responsáveis por construir um conjunto de políticas públicas para redução de vítimas de acidentes de trânsito no Estado.

O Movimento Paulista de Segurança no Trânsito acontece também com o envolvimento da sociedade civil, parceria estratégica do Centro de Liderança Pública – CLP e com o apoio das empresas: Abraciclo, Ambev, Arteris, Banco Itaú, Fenaseg, Grupo Ultra, Pró Simulador, Porto Seguro, Optas – Fadel e Raízen.

Recentemente, o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito foi vencedor da categoria Mídia Consciente (setor público) no Prêmio PARAR, realizado pelo Instituto PARAR. O Prêmio PARAR tem como objetivo reconhecer as melhores campanhas criadas pelo setor público e privado sobre educação no trânsito.

Assessoria de Comunicação – Movimento Paulista de Segurança no Trânsito
Leia mais sobre

Veja também

Comentários